quinta-feira, 28 de julho de 2011

Tudo começa com um “olá!”

Estamos lá sozinhas, tranqüilas, felizes e planejando o nosso futuro quando, de repente, eles surgem com aquela conversa mole e aquela gentileza toda só pra nos conquistar... E conseguem!!

Deveria ser proibido os homens entrarem em nossa vidas e em nossos corações se a real intenção deles é brincar. Deveriam criar uma lei que os obrigassem a “se vai me amar, me toque. Se vai brincar, nem me olhe!” e a quem desobedecesse a essa lei, ao invés de prisão, seria retirado aquilo que mais dê prazer ao homem: sexo, dinheiro, cerveja... Qualquer coisa!! Afinal, quem tem que viver com um coração partido dentro do peito somos nós.

Os homens precisam entender que em momento algum pedimos para que eles entrassem em nossas vidas. E se com o passar do tempo nos tornamos mulheres chatas, dramáticas e choronas tudo isso é culpa deles. Só que eles na enxergam assim, na cabecinha deles nós sempre somos culpadas e eles... Ah, eles são uns santos. Nunca erram!!

Com o tempo o interesse deles por nós diminui e some. Sabem por quê? Homem gosta de novidade, fazem de tudo pra que a gente se entregue, são gentis, nos telefonam, dizem que nos amam, nos levam pelas mãos... Mas ai a gente cede!! E a novidade acaba!! E com ela se vai tudo o que eles sempre nos fizeram de “coração”!

Começa a fase dos problemas pessoais, dos problemas familiares, dos problemas financeiros etc e tal. E tudo o que a gente fez (e continua fazendo por eles) não importa mais. Todas as vezes que nos encontram eles dizem estarem cansados demais, aborrecidos demais e com a cabeça em outro lugar. Certamente este “outro lugar” é outra novidade!!

E no final das contas ficamos aqui: magoadas, ainda apaixonadas, pedindo a Deus que eles nos vejam como nos viram na primeira vez. Desejando a todo o momento ouvirmos aquele “olá!” que nos conquistou!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário