segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Chove chuva, chove sem parar?!

A foto ao lado pode até ser bonita, ter um lado artístico admirável [frio e chuva em pleno verão carioca], mas esse cenário já começa a assustar. Há um ano atrás a seguinte reportagem do site G1 nos chamava a atenção: “As chuvas na Região Serrana do Rio de Janeiro mataram no total 271 pessoas desde terça-feira.”
Assusta mais ainda se pararmos para pensar que o mesmo pode acontecer a qualquer momento. Mais um ano se inicia e o que vemos são os mesmos problemas do ano passado!

Entramos no ano de eleições e eu ainda me pergunto: até quando o povo terá a cara-de-pau de votar nos mesmos políticos de antes? Parece que o voto agora é conquistado na base do “conquistamos Olimpíadas”, “conquistamos Copa do Mundo”, mas quando conquistaremos “vergonha na cara” de verdade?!

O mesmo cenário de mortes e destruição pode acontecer, não só na região serrana, mas em todo o Rio de Janeiro por causa da chuva que não dá tréguas. Por que? Porque o dinheiro arrecadado para a reconstrução das cidades e para obras que evitaria outros desastres foi roubado pelos mesmos políticos que colocamos no poder nas últimas eleições! E o que o povo faz? A maioria só pensa no que vai fazer e onde vai sair no Carnaval!

Enquanto a maioria pensa em diversão [a maioria que vota sem consciência] outros morrem, perdem família, perdem amigos, perdem casas, perdem tudo.... Culpa da roubalheira do Governo e do pensamento farrista de muitos brasileiros. A final é como dizem: o ano só começa mesmo depois do Carnaval. Mas, e até lá?

Quantos desastres como o de 2011 precisam acontecer para pararmos com essa cultura imbecilóide de fazer do Brasil o país das festividades? Seria muito melhor sermos reconhecidos pela nossa capacidade e seriedade de escolher governantes e cobrar atitudes dos mesmos, mas não! Parece que o brasileiro [a maioria] pensa assim: se acontecer, eu ajudo! Até lá..... Festa!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário