quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Exercícios + moderação = felicidade

“Se você é daquelas pessoas que pensam várias vezes antes de deixar a vida de sedentária porque jura que não vai aguentar a rotina extenuante da malhação, é melhor mudar de ideia e correr para tirar o tênis do armário.
Uma pesquisa feita na Penn State University, nos Estados Unidos, concluiu que treinos moderados, deixam as mulheres mais felizes do que as atividades intensas. Seguindo o estudo, esse tipo de exercício aumenta duas vezes as chances de elas se sentirem energizadas, confiantes e menos ansiosas. Portanto, não há necessidade de se acabar na academia para cuidar da saúde, do ponteiro da balança e até da mente. Com informação, bom senso e prazer é possível chegar lá.”

Esse pequeno artigo tirado da edição de fevereiro da revista Cláudia (editora Abril) só me fez reafirmar o que eu sinto há meses! Parece impossível ser verdade, mas eu descobri que me sinto muito mais disposta a praticar atividades físicas durante o meu período menstrual. Talvez seja para compensar a angústia que a minha TPM me causa, talvez seja porque devido a um tratamento correto com minha ginecologista já não sofro de cólicas que antes me deixavam de cama, não sei. Mas o artigo me deu a ideia de postá-lo para que outras mulheres possam experimentar o enorme prazer que você pode encontrar numa simples caminhada!

Em dias comuns, principalmente naqueles que o meu cérebro teima em me perturbar com pensamentos e lembranças frustrantes, já não me permito deitar na cama e chorar, ou ficar pelos cantos com uma cara emburrada. O que eu faço e recomendo é: calço os meus tênis de corrida e fico na esteira por pelo menos meia hora ouvindo músicas em alto e bom som nos meus fones do celular.

Então fica a dica meninas: está se sentindo frustrada, quer por os pensamentos em dia ou até mesmo “parar” de pensar? Se mexa!! No final do dia você se sente mais relaxada, mais centrada, pode encontrar a solução do seu problemas e ainda queima umas calorias indesejáveis. Quem sabe os exercícios, não importa quais sejam, passem a fazer parte de sua rotina?

Nenhum comentário:

Postar um comentário